fbpx

O orgulho natural – 11 motivos que me convenceram a não usar anabolizantes

O que me incomoda não é o grito dos anabolizantes. Mas o silêncio dos naturais.
 
Neste artigo: 11 motivos para continuar sendo natural na era dos anabolizantes.
 
Vamos começar.

Tabela de conteúdos

Não subestime o que é possível para naturais.

@dylanmwhite:

@adammc192:

Jeff nippard:

Alberto Nunez:

Eric Helms:

@bobwaterhouse86:

ScottHermanFitness:

@escuelaculturismonatural:

@Layne Norton:

@gabriel.arones (natural):

@caiobotturapro (natural):

Era moderna:

Eugene Sandown:

Bobby Pandur:
 
Steve Reeves:
 
 
Dá para ficar bem forte também.
 
Homens podem mirar para um “2-3-4”.
 
  • 2 anilhas de 20 no supino.
  • 3 anilhas de 20 no agachamento.
  • 4 anilhas de 20 no terra.
Obs:

Naturais não ficam definidos o ano todo. 
Isso tem inúmeros pontos negativos:
 
  • Fome infinita (nunca ficar saciado).
  • Ficar doente com maior frequência.
  • Ficar mais irritado.
  • Perder força.
  • Queda da libido (zero ereções).
  • Queda da testosterona.
  • Letargia gigante (sem energia até para ir ao banheiro).
Ficar entre 10-20% de gordura corporal é totalmente saudável.
 
Ganhar gordura é parte do processo de ganhar músculos.
 
Mais exemplos Aqui. E aqui.
 

Coach Lynndsey Eldridge:

 


Exemplos modernos:

Abbye Stockton:

Mildred Burke:


Dá para ficar forte também.
 
Mulheres podem mirar para o “1-2-2”.
 
  • 1 anilha de 20 no supino.
  • 2 anilhas de 20 no agachamento.
  • 2 anilhas de 20 no terra.
Obs:
 
Músculos maiores não vão te transformar em uma fisiculturista.
 
Músculos maiores vão te fazer entortar pescoços na rua. 

E te deixar fantástica em qualquer roupa.  
 
Outros ótimos exemplos aqui.
Você pode construir um físico fantástico sem drogas. 
 
Basta juntar conhecimento, dedicação e paciência.

Você vai economizar milhares de reais sendo natural.

Menos dinheiro em suplementos.
 
Spoiler: suplementos não constroem um físico de sucesso.
 
Alguns ajudam:
  • Creatina para força.
  • Cafeína para energia. 
  • Whey é comida em pó. 
Outros só deixam contas bancárias menores:
  • BCAA’s
  • Glutaminas.
  • Queimadores de gordura.
O máximo que você vai gastar em suplementos sendo natural é ~R$200,00.

E o mínimo é R$0,00 (nenhum suplemento é necessário).
 
Por outro lado, parece que hormonizados precisam tomar 12 tipos diferentes de suplementos. 
  • 4 suplementos para acordar. 2 para sair da cama.
  • 2 suplementos no almoço. 1 depois.
  • 3 suplementos para dormir.

E sempre rosnar quando alguém perguntar se isso é necessário.

“No pain no gain, parceiro…”

“Mas eles têm ótimos resultados… Então, funciona né?”
 
Isso é o que uma pessoa ingênua acredita.
 
Quando a sua testosterona está na lua, até farinha láctea traz resultados.
 
Você vê os suplementos e os bíceps. As agulhas por trás ninguém mostra.
 
Menos dinheiro em alimentos.
 
Você não precisa comer tanto quando é natural.

Cuttings e Bulkings da maioria das pessoas ficam entre 1700-3500 calorias/dia.

Com inteligência, dá para gastar R$300-600 no supermercado e montar uma dieta dourada.
 

Já hormonizados comem tsunamis de calorias diárias. Vemos a quilômetros o sorriso do tio da mercearia quando um maromba adentra seu estabelecimento.

Menos dinheiro em médicos e exames.
 
O único médico que você tem que visitar quando se é natural é o médico dos ferros, das anilhas, das máquinas e das barras. Tirando isso, uma vez por ano para avaliar sua saúde geral é mais que suficiente.
 
Por outro lado, injetar substâncias no seu corpo aumenta a necessidade de amigos de jaleco branco. Seus órgãos estão em constante perigo. O mínimo a ser feito é checar se estão suportando a avalanche hormonal.
 
Prepare-se para investir uma boa grana nesta área (caso queira fazer do jeito certo e manter o máximo possível da sua saúde).
 
Menos dinheiro em drogas.
 
A única droga que você precisa quando é natural é o remédio para gripe.

Hormonizados gastam milhares de reais aqui. Múltiplos milhares, se falamos de competições e substâncias de laboratórios confiáveis.
 
Dá para gastar menos comprando de laboratórios caseiros e químicos amadores? Claro. Mas quão confortável você fica em colocar sua saúde na mão de criminosos?

A sua saúde - mental e física - ficará perfeita.

O único colateral de treinar natural é um físico fantástico.
 
  • Suas chances de ter filhos ficarão intactas.
  • Sua pele lisinha.
  • Seus mamilos normais.
  • Seu cabelo sedoso e existente.
  • Menos estresse. Menos raiva. Menos agressividade.
  • Sem voz grossa e clitóris aumentado.
  • Menos chance de depressão.
  • Nenhuma chance de ficar dependente. A não ser de academias e peitos de frango.
 Anabolizantes causam dependência psicológica.
 
Tenho um amigo, vamos chamá-lo de Pedro.
 
Pedro disse que faria só um ciclo na vida. Aproveitaria o carnaval como um esquilo cafeinado. E voltaria a ser natural.
 
Finalizado a etapa sintética. Aproveitado o carnaval. E agora?
 
  • Como é ganhar 10 quilos de músculos e ser capaz de manter só 5?
  • Como é olhar no espelho e falar “tchau tchau” para suas conquistas – dia após dia?
  • Como é se sentir o super homem – por 6 meses?
3 em cada 10 dos usuários de anabolizantes acabam dependentes das drogas.

Naturais melhoram a cada ano.

Os melhores fisiculturistas naturais possuem 30-40 anos.
 
Construir músculos é baixar um filme Full-HD. Com internet a carvão. Sua mãe vendo novela. Seu pai procurando o resultado do jogão. E seu irmão no Youtube.
 
Demora. Mas é uma constante subida para naturais – ainda que lenta.

Já para hormonizados, está mais para uma senóide.

Construir um físico natural é difícil. 
 
Demanda disciplina. Disposição para aprender. Energia, paciência e tempo. 
 
Está no meu top 5 coisas mais difíceis do universo. Junto com física quântica, abrir um negócio e lutar contra uma onça pintada. 
 
Mas sabe o que é mais legal? vale a pena cada segundo.

Você viverá mais.

O risco de morte aumenta 2.32 vezes em usuários de anabolizantes. Chega a 3 se a pessoa usar mais de uma vez.  A morte por suicídio ou homicídio chegava a 40% nos usuários contra 14% nos não-usuários.
 
Vamos comparar:
 
  • Alcoolismo: a mortalidade em alcoólatras é 1.87 vezes maior em relação aos que não têm dependência. Não estamos falando de cervejinhas aqui. Estamos falando de um barril de pinga – todo dia.
  • Cigarro: fumantes têm risco de morte prematura 1,9-2,9 vezes maior que os não fumantes.
“Saradões” que conquistaram o shape à base de anabolizantes podem ser menos saudáveis que fumantes e alcoólatras. 
 
Note também que os estudos que temos duram cerca de 12-16 semanas e usam doses muito menores do que as utilizadas por competidores. Ou seja, inúmeras consequências ainda são invisíveis.
 
Eu gosto de viver. Minha vida não é perfeita. Mas está ficando melhor a cada ano. Tenho muitos planos e sonhos. Não estou disposto a sacrificar parte da minha vida só para ficar um pouco mais musculoso.
 
Vamos supor que você perca 10% da sua vida ao abusar de anabolizantes.
 
Digamos que você viveria até os 80 – isso são 8 anos perdidos. 
 
96 meses sem ver o nascer e o pôr-do-sol. 
 
4380 dias sem falar com amigos. Sem ler novos livros. Sem comer comidas gostosas. Sem viajar. Sem rir de piadas e chorar em filmes.
 
A conta não fecha para mim.

Manterá seus resultados com só 20% de trabalho.

Perder peso é difícil. Manter peso é fácil. Você pode comer muito mais calorias e continuar com o mesmo físico.
 
Ganhar músculos é difícil. Manter músculos é fácil.  Dá para treinar 1-2x por semana, 6-8 séries para cada músculo e manter todos seus resultados.
 
Neste estudo, 70 pessoas treinaram 3 dias por semana por 5 meses (18 séries totais). 
 
Depois foram separados em 3 grupos.
 
  1. Zero exercícios.
  2. Um treino por semana com 9 séries.
  3. Um treino por semana com 3 séries.
Ao longo de 8 meses, o grupo 1 perdeu músculos (obviamente).
 
Porém, o grupo 2 e 3 preservaram seus músculos e ainda ganharam força.
 
Não importa quão doida esteja sua vida, é possível manter resultados com 1 hora na academia – por semana.
 
Anabolizantes – o que vem fácil, vai embora fácil.
 
O que você constrói de forma sintética, só dá para manter de forma sintética.
 
Aqui uma foto do Arnold fora de competições. 

Bem mais educativa que outra dele com bíceps estupendos.

Aqui uma do Kevin Levrone.

A realidade é dura.
 
Continue a usar ou comece a perder.

Resultados não sairão de um frasco.

O fisiculturismo natural é como entrar na guerra com uma faca, de cueca e lutar contra aliens carnívoros armados com super tecnologia.
 
O fisiculturismo hormonizado é como entrar na guerra com uma metralhadora, colete a prova de balas, energia infinita e lutar contra ursinhos coloridos montados em unicórnios.
 
Neste estudo, cientistas encontraram que as pessoas ganham cerca de 2-5 quilos de músculos usando anabolizantes por 10 semanas.
 
Parece pouco? Então, considere isso: a ciência diz que é possível ganhar cerca de 5-10 quilos de músculos – no primeiro ano de treino para naturais.
 
Anabolizantes funcionam. 

E de forma tão efetiva que podem disfarçar um treino e uma dieta ineficiente. 

O que nos leva ao próximo ponto.

Aprenderá mais sobre treino, nutrição e recuperação.

Imagine dois irmãos: Matheus e Gustavo.
 
Os dois começam a treinar.
 
Gustavo começa nos anabolizantes logo de cara.

Matheus decide continuar natural.

Coitado...
Gustavo faz o que quiser com seu treino.
 
Por uma simples razão: qualquer coisa funciona.
 
Ele pode tentar tudo
 
  • Uma repetição máxima na rosca bíceps.
  • Agachamentos em cima de bolas.
  • Cadeiras isométricas.
  • Alongamentos.
Ele pode passar o dia dormindo. Acordar. Fazer 40 flexões. E crescer.
 
Prova disso é este estudo.
 
43 homens foram separados em 4 grupos.

Resultados:

Em 10 semanas, o grupo que tomou testosterona e assistiu Netflix ganhou mais músculos que o grupo que deu seu sangue na academia e continuou natural.
 
E detalhe: foi usado só 600 mg de testosterona (o café da manhã de alguns bodybuilders).
 
Matheus não tem tanta sorte. Ele precisa descobrir o que funciona e o que não funciona.
Ele precisa periodizar seu treino. Regular seu número de séries e repetições. Ajustar seu volume, intensidade e frequência. Ele sempre tem uma planilha de treino pronta. Tudo é monitorado. 

Diferente do Gustavo, para o Matheus é impossível ter resultados sem aprender.

No Brain = No Gain.

Matheus recebe feedback direto da eficácia das suas estratégias de treino e nutrição na medida que progride. Gustavo, não. E isso é crucial para aprender.
Na nutrição, Gustavo pode tentar qualquer coisa e ter resultados. 
 
Alta proteína. Baixa proteína. Alto carboidrato. Baixo carboidrato. Vegetariano. Álcool. Comidas limpas. Besteiras. Jejum intermitente. Dieta flexível. Paleolítico. Até sucos detox.
 
Não importa. 
 
Com um tsunami de hormônios fluindo por seu sangue, ele pode comer quando, quanto e o que quiser, ganhar músculos e ainda perder gordura.
 
E é isso que vemos. Gustavo não poderia se importar menos com tabelas nutricionais, calorias e macros.
Matheus se lasca todo – pelo menos no curto prazo.
 
Ele tem que encontrar a dieta que funciona para ele, ajustar suas calorias e macros e corrigir seu número de refeições.
 
Ele tem que experimentar. Ele tem que ler. Ele tem que aprender. 
 
Ele não tem o luxo de tudo funcionar. Ele tem que encontrar o que funciona. 
 
Isso significa períodos de 0 ganhos. Períodos onde ele aparenta pior que antes. Períodos onde dá um passo para trás para poder dar dois para frente.
 
É difícil. É frustrante. É agonizante. Ainda mais quando vê Gustavo ficando gigante.
 
Matheus não sabe ainda, mas está ganhando experiência e conhecimento. Agora ele sabe o que funciona e o que não funciona. Algo que ele carregará pelo resto da vida.
5 anos se passaram.
 
Gustavo está bem mais forte que Matheus (novidade). 
 
Gustavo tem 90 quilos. Matheus só tem 75.
 
Gustavo começou a perder seu cabelo.
 
A saúde do seu fígado – se ele se importasse em testá-la – está muito pior que o normal. 
 
Suas chances de desenvolver um câncer de próstata estão altas. 
 
Seu coração, hipertrofiado. 
 
Seus braços estão lotados de cicatrizes de seringas. 
 
Ele tenta esconder que usa alguma coisa (mas todo mundo sabe).
 
Ele teve que aumentar as doses ao longo dos anos. Seu corpo se acostumou aos altos níveis hormonais e parou de crescer. 
 
Sem aprender nada sobre nutrição e treino, ele continua aumentando e aumentando a dose. A resposta é sempre mais.
 
Ele parece 20 anos mais velho que o Matheus. Mesmo sendo só alguns dias de diferença.
 
Ele tem espinhas. E fica bravo o tempo todo.
Ele também teve ginecomastia e investiu suas últimas economias em uma cirurgia. A maioria da grana foi investida em drogas. Ele sonha sobre o dia em que conseguirá um patrocínio para ajudar com os custos.
 
Ele tem dores de cabeça constantes. Fica atordoado quando treina. Sua face fica sempre vermelha devido aos altos níveis de pressão sanguínea.
Ele continua tendo dores no joelho devido aos agachamentos com cargas extremas e movimentos encurtados que faz. Aprendeu isso vendo o vídeo de um fisiculturista que segue. Ele é gigante, logo ele deve saber do que está falando.
 
Ele treina 6x por semana e tem uma rotina de 3 agulhadas por dia. 
 
Ah, e seus testículos estão do tamanho de uma uva passa.
 
Matheus se sente ótimo. Obrigado por perguntar. 
 
Ele acabou de testar sua saúde e está tudo 100%.
 
Ele parece mais jovem do que é. Está cheio de vigor. E ainda progredindo – mesmo que de forma lenta – na academia.
 
Lá pelos anos 3-4, encontrou um programa de treino que funcionou bem para ele. Ajustou sua nutrição para sua vida. E usou o conhecimento acumulado lendo, para acelerar seus resultados.

Ele aprendeu muito sobre si mesmo. E cresceu no físico e na mente.

  • Ele usa amplitude total de movimento nos exercícios.
  • Tem uma seleção de exercícios eficiente que gosta e não lhe causa dores.
  • Treina 4-5x por semana e 40-50 minutos por sessão.
  • Nunca teve uma lesão.
Ele  conhece bem sobre seu treino e nutrição. Porque ele teve que ser. É impossível ter resultados natural sem isso.
 
Você não precisa de anabolizantes para ter um bom físico.
 
Eu ainda estou longe do meu melhor – e treino há 6 anos.
 
A jornada natural é infinita. E o conhecimento de treino e nutrição é para a vida toda.
 
Então, o que aconteceu com o Gustavo?
 
Sua saúde ficou tão ruim que ele teve que interromper totalmente seus ciclos.
 
Ele perdeu a maioria dos seus ganhos. É isso que acontece quando você para.
 
O que as drogas dão, as drogas tiram.

Nenhuma agulha envolvida.

Eu odeio agulhas.
 
Não o tipo de dar uma risadinha, enfrentar a injeção tremendo e falar que nem doeu. 

O tipo de quebrar o frasco de soro na cabeça do enfermeiro e sair correndo do hospital – pelado.

Não violar nenhuma lei para ter resultados.

Dá para fazer um ciclo bonitinho. 
 
Médicos, exames e substâncias produzidas por laboratórios confiáveis. 
 
Quantas pessoas você conhece que fazem dessa maneira? 
 
Talvez 5%. Talvez menos.
 
O mais comum é pessoas comprando drogas de laboratórios underground e químicos amadores.
Onde podem vir com substâncias perigosas. Com uma dosagem menor do que a do rótulo. E contaminados.
 
Não sei você, mas isso me dá, no mínimo, um pouco de receio.

Nunca terá que mentir sobre seus resultados.

E quando perguntarem como você conseguiu seus bíceps dourados e o seu peitoral de aço? Irá entregar de bandeja o soro do super soldado? 
 
Claro que não. Falará que foi puro trabalho duro e 100% de dedicação.
 
Eu não sou fã de mentiras.
 
Sou o mais aberto e honesto possível com as pessoas. Isso nunca falha. E ainda é comprovado pela ciência. Pesquisas mostram que pessoas que não mentem retratam melhor saúde física e mental, menores níveis de estresse e melhores relacionamentos. 
 
Quanto menos mentimos, mais bem nos sentimos.
 
Eu não me sentiria bem em compartilhar informações sobre treino e nutrição e mentir sobre o meu uso de anabolizantes. 
 
Como as pessoas me levariam a sério? Como as pessoas saberiam que os resultados vieram de treinos otimizados e dietas inteligentes – e não de seringas?
 
Os anabolizantes tornam tudo mais embaçado. 
 
Não dá para saber o que trouxe seus resultados – dedicação ou durateston.

***

Esses são os 11 motivos que me inspiram a continuar minha jornada natural.
 
Eu não tenho nada contra pessoas que hormonizam. Essas são escolhas individuais.
 
Meu objetivo é ajudar as pessoas a tomar uma decisão mais informada sobre o assunto.
 
Dito isso, você deve ter algumas perguntas. 
 
Vamos respondê-las.

Perguntas frequentes.

Anos para se construir um físico.
 
O que hormonizados farão em meses, você fará em anos.
 
O lado positivo é que você manterá seus testículos, seu cabelo e sua pele lisa.
 
Treino e dieta serão suas únicas saídas.
 
Está em um platô? 
 
Não consegue mais ganhar músculos ou perder gordura? 
 
É aqui que o jogo começa. 
 
Não existe como “atirar drogas” em um problema quando se é natural. 
 
Você simplesmente tem que estudar, mensurar possíveis alternativas, elaborar planos e executar por longos períodos.  
 
E é isso que me faz amar esse esporte.
 
Gordura e músculos serão ganhos.
 
Não tem nada de errado em ter 15% de gordura corporal. 
 
Até 20% de gordura corporal é saudável. 
 
Acontece que sua mente está tão ferrada com corpos de modelos e atletas do Instagram que qualquer coisa menos chamativa que o “Felipe Franco” é frango 🤦‍♂️.
 
Músculos e gordura serão ganhos. 
 
Não é para ficar obeso. Mas um pouco mais “embaçado” é normal. 
 
Quem liga? Sua força vai explodir na academia. Vai comer muito mais. E ficará ótimo em roupas.
 
É possível que você perca força e até músculos em Cuttings.
 
Se você é iniciante, dá para ganhar força em cuttings.
 
Se você é intermediário/avançado, manter sua força em um cutting já é um progresso impressionante.
 
Menos peso e mesma carga = Maior força relativa (peso na barra / peso corporal).
 
Alívio mental: Qualquer força ou músculos perdidos em cuttings, voltarão rapidamente quando você aumentar sua calorias.
 
O trilema natural.
 
Grande – Definido – Natural
 
Escolha somente dois.
 
  • Grande e definido? Você não é natural.
  • Definido e natural? Você não é grande.
  • Grande e natural? Você não é definido.
Você ficará pequeno com roupas (quando definido).
 
Ao chegar em níveis muito baixos de gordura corporal (5-8%), você parecerá magro com roupas, mas deixará queixos no chão sem elas.
Talvez com 55-60 anos.
 
Se estivesse fazendo tudo ao meu controle (treino, dieta e descanso) e mesmo assim meus níveis de testosterona estivessem muito baixos. Nessa situação, consideraria fazer uma TRT (terapia de reposição de testosterona).
 
Por quê? Qualidade de vida. 
 
Baixa testosterona não impacta só os músculos. Impacta sua vida sexual, seus níveis de energia e seu humor.
Eu penso que elas vivem em um país livre. E podem fazer o que quiser com seu corpo.
 
Eu sou a favor de construir um físico natural. Não sou contra hormonizados.
 
Acredito que ser natural é mais saudável, sustentável e agradável. 
 
Todos deveriam passar pelo menos 3-6 anos natural. Aprender tudo sobre treino e nutrição. E só depois cogitar o pulo hormonal.
 
O meu problema com hormonizados é quando eles usam os seus resultados sintéticos para vender suplementos inúteis, treinos ineficientes e dietas idiotas.
 
Porém, Hanlon Razor, não é?
 
“Nunca atribua à malícia o que pode ser adequadamente explicado pela estupidez”.
  • Bons motivos para usar anabolizantes.
    • Quando você quer ser um atleta profissional.
    • Quando você é um modelo fitness e vive da sua imagem.
    • Quando você é ator e tem que ganhar músculos rápido para um papel.
  • Motivos idiotas para tomar anabolizantes.
    • Procurar por atalhos para ganhar músculos e força mais rápido.
    • Ganhar admiração de outros. Fazer com que sintam inveja.
    • Vender suplementos inúteis, treinos ineficientes e dietas idiotas.

“Não existe almoço grátis na farmacocinética” – Leandro Twin.

Colaterais existirão. A discussão é sobre redução de danos.

Curto prazo – dose dependente:

    • Acne.
    • Maiores níveis de LDL (colesterol ruim).
    • Maior pressão sanguínea.
    • Maior agressividade.
    • Ginecomastia (peitos femininos).
    • Atrofia (diminuição) testicular (do saco).
    • Cabelo e pele oleosa.

Longo prazo – uso prolongado – dose dependente:

      • Aumento do coração (hipertrofia cardíaca).
      • Dependência de hormônios sintéticos para sempre (seu corpo nunca retorna a produção normal de testosterona).
      • Voz masculinizada e aumento do clitóris.
      • Redução na contagem de espermatozoides (dificulta ter filhos).
      • Maiores chances de desenvolver câncer.
      • Redução da expectativa de vida.
      • Pressão alta.
      • Calvície.
      • Problemas no fígado.
      • Cicatrizes de acne.
Não sabemos quais são as consequências de longo prazo do abuso de anabolizantes. Estudos duram 12-16 semanas.
 
Tudo que podemos fazer é observar o que acontece com as pessoas que abusam dessas substâncias por longos períodos.
 
E eu não recomendo ser uma cobaia.
De acordo com estudos, 50%.
 
1 em cada 2 profissionais do mundo fitness usam ou já usaram anabolizantes.
 
E isso é um número subestimado. Muitos mentem em pesquisas.

Como cheguei nesses números:

Tirei a média dessas duas fontes (aqui e aqui) e sustentei com minha experiência.

Objeções frequentes.

Muitos vão argumentar que, nesse estudo, o grupo 3 (testosterona – sem treino) ganhou 3 quilos de retenção de água. Isso é comum quando se usa anabolizantes. 
 
Mas o estudo mostra que os anabolizantes aumentam o tamanho da fibra muscular, não só o fluido externo aos músculos.
 
Testosterona ajuda a ganhar músculos, força e a manter sua definição, pois inibe a criação de células de gordura e aumenta os níveis de síntese proteica – mesmo sem treino.
 
E lembre que isso é só testosterona. Não estamos falando de outros anabolizantes mais fortes (trembolona). E do uso conjunto de diversas substâncias orais e injetáveis.
“É só saber usar certinho que é seguro…” 
 
Bem vindo ao paraíso dos tolos. 
 
Dá para reduzir os riscos, mas eles nunca serão inexistentes. 
 
Toda vez que você injeta ou engole um anabolizante, algo errado pode acontecer.
Se eu ganhasse um real por cada vez que ouvi a história “só vou fazer um ciclo e depois parar…”, não estaria escrevendo esse artigo. Estaria no Copacabana Palace tomando suquinho de cupuaçu e comendo risoto de camarão.
 
Isso não funciona em 98% dos casos.
 
A felicidade não está em ter músculos. A felicidade está no processo de ganhar os músculos. No seu progresso diário. Em melhorar 1% todos os dias.
 
  • Como ficará sua mente quando você parar e perder 50% dos seus resultados?
  • Como será se sentir o super homem por 6 meses?
  • Como será abandonar as drogas e voltar a se sentir só mais um cara comum?
Está preparado para isso?
 
Muitos começam com uma aplicação.
 
E acabam com meses, milhares de reais perdidos e uma saúde esgoto.
Informação tem um traço diabólico: ela esconde falhas.
 
  • Um empreendedor de sucesso faz barulho. Mil fracassos, silêncio.
  • Um livro vende milhões. Outros, nem chegam às livrarias.
  • Um físico bonito hormonizado, milhares de likes. Mil frustrados e cheios de colaterais, esquecidos.
Bem vindo ao viés do sobrevivente.
 
No Youtube, você enxerga o glamour de fisiculturistas de sucesso.
 
Na vida real, você esquece os milhares que se ferraram no processo.

Fechamento.

Em longo prazo, nós (naturais) ganhamos.
 
  • É possível ter um físico fantástico sendo natural. Não nos subestime.
  • Você vai economizar milhares de reais sendo natural – em comida, suplementos e drogas.
  • A sua saúde – mental e física – ficará intacta. O único vício natural é o progresso.
  • Você viverá mais.
  • Quando satisfeito, manterá seus resultados com só 20% do trabalho.
  • Terá a certeza que seus resultados saíram da sua dedicação e do seu conhecimento.
  • Aprenderá muito mais sobre treino, nutrição e recuperação.
  • Nenhuma agulha envolvida.
  • Não violará nenhuma lei para ter resultados.
  • Nunca terá que mentir sobre seus resultados.
Não deixe o grito dos anabolizantes apagar o fogo da sua vontade.
 
Tenha orgulho de ser natural.
Quer ajuda na sua jornada física? Veja essa página.
 
Quer aprender mais sobre mente, treino e nutrição para naturais? Veja o meu livro.
 

Inspirações:

📄 Outros artigos que você pode gostar

📄 Outros artigos que você pode gostar

🤝 Conte a um amigo
🤝 Conte a um amigo ​
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin
📕 Livro grátis

Receba o meu livro com os 7 princípios IM para ter resultados sendo natural.

Receba o meu livro com os 7 princípios IM para ter resultados sendo natural.

Foque no essencial. Pule as besteiras. Economize anos de erros.  

Foque no essencial.
Pule as besteiras.
Economize anos de erros.  

Sem spam. Sem suplementos inúteis. Saia a qualquer momento.
Só as melhores ideias sobre treino, nutrição e livros.
Sem spam.
Sem suplementos inúteis.
Saia a qualquer momento.
Só as melhores ideias sobre treino, nutrição e livros.
Eu em 10 segundos
 
Meu nome é Matheus. Sou o criador do Inteligência Muscular. Um site sobre treino, nutrição e livros. 
 
Entrego as melhores ideias da internet de uma maneira simples e prática. Centenas de pessoas acessam meus artigos todo mês.
 
Quando não estou escrevendo, ajudo pessoas inteligentes a construir físicos incríveis. Sem drogas. Sem dores. Sem decepções. Veja aqui.
IM

Evolução dentro e fora da academia. 
Desenvolvimento de mente e corpo para a vida. Estratégias para navegar no mar de desinformação da internet. 

Evolução dentro e fora da academia. Desenvolvimento de mente e corpo para a vida. Estratégias para navegar no mar de desinformação da internet. 

Receba meu livro com os 7 princípios IM para ter resultados sendo natural.