fbpx

A arte de tornar grandes objetivos inevitáveis

Todos os anos milhares de empresas entram em falência. Todos os anos milhares de dietas acabam em frustrações.  E esse artigo deseja ser uma luz nessa escuridão.

É claro que não espero resolver todos os seus problemas, mas alguns sábios dizem que a caneta é mais poderosa que a espada.

Muitas vezes preocupados com fatores externos, como a economia ou qual dieta seguir, esquecemos que existe um inimigo muito mais formidável do que qualquer boleto a vencer, o seu Cérebro.

Mas eu achei que eu era meu amigo…
Doce ilusão.

Sun Tzu, um dos generais mais influentes da china antiga, dava o seguinte conselho para seus aprendizes ao se aproximar de uma batalha:

  • Se você conhece o inimigo e se conhece, não precisa temer o resultado de cem batalhas.
  • Se você se conhece, mas não conhece o inimigo, a cada vitória conquistada também sofrerá uma derrota.
  • Se você não conhece nem o inimigo nem a si mesmo, sucumbirá em todas as batalhas.

Sun tzu nos deu uma ótima estratégia para vencer batalhas, mas não nos disse que, muitas vezes, a maior batalha que lutamos acontece em terrenos internos.

O processo de auto desenvolvimento é nada menos do que uma guerra. Uma batalha dos seus desejos no presente contra os seus objetivos futuros. 

Para vence-la começamos nos conhecendo, depois, conhecendo o inimigo e, por fim, colocando as estratégias em ação para nunca mais se enxergar derrotas.

Conhecendo a si mesmo

1.Comece pelo seu porquê

Antes de dar o primeiro passo para qualquer direção, olhe para o horizonte e pergunte o motivo de você querer percorrer esse trajeto.

Nessa palestra do TED, Simon Sinek nos mostra que grandes líderes não começam seus discursos dizendo o que desejam conquistar, eles começam pelo porquê, o principal motivo que guia suas ações.

  • Ganhar dinheiro pode ser bom, mas por que você quer isso?
  • Perder 10kgs pode ajudar, mas por que entrar nessa jornada?

Ter um porquê forte é como a rede de proteção para o trapezista que faz manobras arriscando sua vida. 

Muitas vezes iremos cair no caminho para atingir nossos objetivos e só um motivo forte capaz de incendiar nossos corações será capaz de nos fazer levantar e tentar de novo.

Quando abrir um negócio se torna servir uma causa e começar uma dieta recuperar a auto confiança perdida, o impossível começa a se manifestar como provável.

2.Descubra o que gosta e o que está disposto a fazer.

Existem muitas pessoas que acreditam que só existe uma forma de fazer algo. 

  • Ou a dieta é 100% limpa, ou não vou ter resultados. 
  • Ou eu treino 6x por semana ou é impossível alcançar meus objetivos.
  • Ou trabalho 7 dias por semana ou meu negócio não vai decolar

Muitas estradas podem levar até roma. E flexibilidade é a chave não só para alcançar sua meta, mas mante-la para o longo prazo.

Se você não gostar daquilo que faz para atingir seu objetivo, não irá conseguir mante-lo quando conquista-lo.

Elabore o seu plano como se fosse a um amigo próximo, não como um ditador maligno. Seja realista com o que consegue fazer, e se permita o tempo necessário para alcançar o sucesso.

3.Aceite suas falhas no percurso.

Você puniria um amigo que em um dia apertado no trabalho chegou em casa esgotado e por isso furou sua dieta?

Você diria para seu amigo que perdeu uma semana de treino por problemas pessoais para desistir dos seus objetivos?

Então não faça isso para si mesmo

Analise seus erros de uma visão externa. 

  • O que foi que que os causou? 
  • Como posso planejar para que eles não aconteçam de novo?

A reflexão, ao invés da punição, irá permitir resolver  problemas passados e evitar deslizes futuros. 

Conhecendo os inimigos

1.Prazeres imediatos VS Recompensas futuras

Vamos primeiro dar nome aos bois.

O que é um prazer imediato?
Qualquer atitude de curto prazo que busque por prazer sobre o custo de um ganho de longo prazo.

  • Comer pizza
  • Postar no Instagram
  • Assistir pornografia

O que é uma recompensa futura?
Qualquer sacrifício de prazeres superficiais com o objetivo de alcançar um grande ganho no futuro.

  • Ir para a academia
  • Fazer dieta
  • Ler um livro

Estudo:

O teste do marshmallow é um dos estudos mais famosos da história. 

Nele, foi analisado se crianças preferem comer um marshmallow logo ao receberem ou esperarem alguns minutos e ganhar dois marshmallows. 

Durante o experimento maligno, algumas crianças morderam pequenos pedaços do marshmallow, sentiram seu cheiro açucarado, sua maciez irresistível. Não foi fácil. Mas tudo foi justificado quando receberam seu segundo marshmallow como recompensa por sua disciplina.

Em estudos posteriores que acompanharam a vida das crianças capazes de sacrificar prazeres imediatos por recompensas futuras foi encontrado maiores notas no SAT ( o ENEM dos Estados Unidos), menores níveis de abuso de substâncias, menor probabilidade de obesidade, melhores respostas a controle de estresse, melhores habilidade sociais e, geralmente, melhores pontuações em outras diversas métricas de vida. (Aqui os estudos 1 2 3 )

Em muitas áreas da nossa vida, a mesma situação ocorre. 

  • Ao escolher guardar dinheiro ao invés de comprar algo por impulso. 
  • Ao resolver fazer o jantar em casa ao invés de pedir uma pizza. 
  • Ao escolher ir para a academia ao invés de assistir mais uma série no Netflix.
O gráfico foi traduzido veio desse vídeo

O seu EU do futuro irá agradece a cada esforço que você realiza no presente.

2.Estresse e ansiedade

O estresse e a ansiedade nascem na antecipação de uma possível situação ruim no futuro. O sofrimento antecipado por algo que pode nem mesmo ocorrer.

As duas palavras mais malignas que existem são o “E se…”

  • E se… eu não conseguir?
  • E se… não valer a pena?
  • E se… fosse diferente?

Elaborar dietas, montar treinos, traçar planos é fácil. Agora, coloca-los em ação, garantir sua sustentabilidade no longo prazo e lidar com incêndios no processo é o que o torna o processo interessante. 

3.Depleção de ego

Auto controle e força de vontade são fontes limitadas que são cada vez mais esgotadas de acordo com o número de decisões que você realiza ao longo do seu dia.

  • Qual faculdade fazer?
  • Qual carro comprar?
  • Qual dieta seguir?
  • Esse é o melhor investimento do meu tempo no momento?

Decisões sugam energia e podem ser o motivo por trás de você chegar em casa e ao invés de fazer um jantar saudável, fazer um miojo ou pedir algo em um aplicativo.

Esgotado você não tem mais os músculos da força de vontade para te prevenir de cair de cara no sorvete do congelador.

Por isso a importância de construir hábitos que contribuam com aquilo que se deseja alcançar no futuro. Quanto mais as atitudes que você deseja forem vistas como suas “atitudes padrão” mais liberdade você terá para aplicar energia em outras áreas da sua vida.

4.Pensamento tudo ou nada

  • A dieta perfeita ou melhor não fazer nada. 
  • Ler 30 livros por ano ou melhor nem ler nada.
  • Se exercitar 5x por semana ou melhor ficar no netflix.

Eu duvido muito que você conheça alguém famoso pelo pensamento 8 ou 80 que, no final do processo, acabou com  o 80.

Todos que pensam assim ficam paralisados. Ao buscar por melhora, constroem degraus tão altos que se tornam paredes.

Vencendo a guerra

1.Imagine tudo que pode dar errado e planeje para o pior caso possível.

Destrua a empresa, extermine a dieta. 

  • Quais os principais detalhes que podem dar errado?

“Hm, eu sei que amo sorvete e se eu chegar cansado do trabalho vou me “empanturrar” enquanto assisto netflix.”

Não compre sorvete! ou faça acordos consigo mesmo para só tomar sorvete se for até o supermercado comprar, ou se for tomar sorvete compre pacotes menores e não uma caixa de 1 litro.

Ajuste o seu ambiente para tornar os hábitos que você quer cultivar óbvios e os hábitos que você quer evitar, o mais difíceis possível.

2.Comece com o menor projeto possível e aumente com o tempo.

Fuja do 8 ou 80, busque o possível.

  • Qual é a mínima ação possível que eu posso realizar para me aproximar dos meus objetivos?

3.Torne o comportamento desejado tão pequeno que não possa ser ignorado.

  • 1 hora de leitura. Troque por ler 1 parágrafo
  • Se exercitar 5 vezes por semana. Troque por 15 minutos.
  • Parar de beber para sempre. Troque por beber menos na próxima semana.

Criar o hábito é a parte mais difícil. E pode parecer que esses míseros minutos não servem de nada, mas eles, no longo prazo, se juntam para formar grandes resultados.

  • 1 parágrafo por dia são 365 parágrafos em um ano
  • 15 minutos de exercícios são 5475 minutos de exercícios em um ano.

Tudo adquire grandes magnitudes quando visto por longos prazos. Por isso tenha muita atenção para como você investe o seu dia, isso construir seu castelo ou cavar seu fracasso.

3.Reduza ao máximo o número de decisões que você toma ao longo do dia.

Essa é a principal estratégia para acabar com o esgotamento de ego.

Decida antecipadamente:

  • O que eu vou fazer?
  • Quando eu vou fazer?
  • Por quanto tempo?
  • Como?

4.Seja extremamente específico para não arranjar desculpas.

  • Na segunda, as 18:00 vou me exercitar por 15 minutos, fazendo flexões e agachamentos com o peso do corpo.
  • Em casa, depois do trabalho, vou comer o jantar que deixei preparado no final de semana.
  • Terça, as duas da tarde, vou ligar para o cliente X e perguntar se tem interesse e fechar uma parceria com nossa empresa.

Quanto menos subjetivo e mais específico, mais provável é que sua tarefa seja concluída.

5.Dê um novo significado para velhas coisas.

Eu sei que você pode ter medo de falar em público por causa de um experiência na infância onde todos riram de você quando você gaguejou ao tentar explicar como foi a inconfidência mineira.

Eu sei que você pode ter insegurança de pisar na academia pelo medo de todos olharem para você e te julgarem.

Eu sei que pode dar medo de começar uma nova empresa quando se trabalha com carteira assinada há mais de 20 anos.

E essas áreas nunca serão exploradas se você continuar dando esses significados a elas.

Você precisa comer a provar para si mesmo por meio das menores ações possíveis que o seu medo não é tão grande assim, na verdade ele parece até meio bobo.

Quem liga se você passou vergonha na frente de um bando de pessoas que nem mesmo se lembra do seu nome 15 minutos depois da sua apresentação? Vá lá e tente de novo.

Quem liga se você decidiu ir a academia depois de 30 anos de X-Eggs e cervejas, O que importa é sua atitude em prol de quem quer ser.

Quem liga se você falhar tentando tirar um projeto que realmente acredita do papel? aposto que dói muito mais chegar no final da vida e ficar, no vazio do “e se… tivesse funcionado.”

Conclusão 

No livro a arte da guerra aprendemos que não basta conhecermos a nós mesmos:

  • Comece pelo seu porquê
  • Descubra o que gosta e o que está disposto a fazer.
  • Aceite suas falhas no percurso.

Nem reunir conhecimento sobre os nossos principais inimigos:

  • Prazeres imediatos VS Recompensas futuras
  • Estresse e ansiedade
  • Depleção de ego
  • Pensamento tudo ou nada

Apenas com os dois processos em harmonia: 

  • Imagine tudo que pode dar errado e planeje para o pior caso possível.
  • Comece com o menor projeto possível e aumente com o tempo
  • Reduza ao máximo o número de decisões que você toma ao longo do dia.
  • Seja extremamente específico para não arranjar desculpas.
  • Dê um novo significado para velhas coisas.

Podemos tornar nossos grandes objetivos inevitáveis.


Rodapé

  1. Se você quiser ver como foi feita a tortura do teste do Marshmallow, assista esse vídeo.
  2. Ótimo artigo do James Clear sobre prazeres imediatos e recompensas futuras
  3. Algumas boas ideias vieram do livro do James Clear – Hábitos Atômicos
  4. Ótimo artigo sobre hábitos do blog Zen habits

📄 Outros artigos que você pode gostar

📄 Outros artigos que você pode gostar

🤝 Conte a um amigo
🤝 Conte a um amigo ​
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin
📕 Livro grátis

Receba meu livro com os 7 princípios para ter resultados sendo natural.

Receba meu livro com os 7 princípios para ter resultados sendo natural.

 Pule as besteiras. Economize anos de erros. Foque no essencial.

 
Pule as besteiras.
Foque no essencial.
Poupe anos de erros. 

Sem spam. Sem suplementos inúteis. Saia a qualquer momento.
Só as melhores ideias da internet.

Sem spam.
Sem suplementos inúteis.
Saia a qualquer momento.

    Só as melhores ideias da internet.

Eu em 10 segundos
 
Meu nome é Matheus. Sou o criador do Inteligência Muscular. Um site sobre treino, nutrição e livros. 
 
Entrego as melhores ideias da internet de uma maneira simples, fácil e prática. Milhares de pessoas acessam meus artigos todo ano.
 
Quando não estou escrevendo, ajudo pessoas inteligentes a construir físicos incríveis. Sem drogas. Sem dores. Sem sofrimentos. Veja aqui.
IM

Evolução dentro e fora da academia. Estratégias para ajudar a navegar pelo mar de desinformação da internet. Desenvolvimento de mente e corpo para a vida.

Evolução dentro e fora da academia. Estratégias para te ajudar a navegar pelo mar de desinformação que existe na internet. Desenvolvimento de mente e corpo para a vida.

Receba meu livro com os 7 princípios para ter resultados sendo natural de graça.