fbpx

Como escrever bem? 30 ideias que me ajudaram a escrever menos mal

Existem 3 regras para escrever bem.

Infelizmente, ninguém sabe quais são elas.

Vamos ficar com essas 30 ideias para escrever menos mal.

Escreva muito.

É preciso 200 litros de leite para se fabricar 1kg de Whey protein.
 
Qualidade é consequência da quantidade.

Fale mais com menos.

Eu escrevia 1000 palavras. 2000 palavras. 4000 palavras. 
 
E não falava nada.
 
Pensava que quanto mais eu escrevesse, mais acreditariam em mim.
 
Estava errado.
 
A qualidade do texto não está no número de palavras. 
 
Mas na força das ideias.
 
Ganha quem fala mais com menos.

Não tente parecer inteligente.

Está tentando impressionar seus colegas?
As pessoas que admira?
Sua mãe?
Tentar parecer inteligente é a melhor forma de parecer um otário.

Seja simples e eficiente (spoiler).

Seja simples.

Ideias gordas. Palavras magras.

Entre duas palavras, escolha a mais simples. 

Entre as simples, escolha a menor. 

Se você não usaria a palavra em uma conversa, não a escreva. 

O força do texto vem da potência das ideias. 
 
E não da complexidade das palavras.

Seja eficiente.

Toda palavra extra dilui o poder do texto.

Entregue o maior número de ideias na menor quantidade de palavras. 

Esse é o maior serviço que um escritor pode fazer por seu leitor.

Sangre.

Abra suas veias e sangre nas páginas.

Assim, podemos nos identificar com você. Sentir sua dor. Sentir seu amor. 

Passamos a ver uma pessoa ao invés de palavras vazias.

Quer que nos importemos com seu texto? 

Seja humano.

Sofra.

O prazer do leitor vem da dor do escritor.
 
Organize o confuso. Corte o desnecessário. Lapide a lógica.

Entregue
 a esmeralda escrita.

5 segundos.

Esse é o tempo que você tem para prender seu leitor.
 
Artigos. Livros. Emails. Vídeos.
 

6 segundos e você perdeu seu leitor.

Como criar uma entrada espetacular?

FAMPH.

  • Frase famosa.
  • Afirmação impactante.
  • Metáfora incomum.
  • Pergunta poderosa. 
  • História cativante.

Coloque o mais importante primeiro.

Se o artigo promete ensinar a fazer um bolo, eu não quero ouvir a história da laranja. 

De como a batedeira revolucionou a sua época. 

Sobre o corte de cabelo da Ana Maria Braga que rompe padrões.

Corte tudo que não seja o bolo.

E me dê um pedaço.

Leitores não possuem déficit de atenção.

Alguns acreditam que o déficit de atenção popular atingiu um nível crítico.

Enquanto séries de 70 horas nunca foram tão famosas.

Não temos déficit de atenção, temos tolerância molecular para conteúdo mediocre.

Quando suas letras competem com gatinhos no Instagram, você tem que ser bom. 

Vemos se você é bom em 5 segundos. 

Nos convença e lhe daremos 5 séculos.

Crie um final prazeroso.

Ligue o final do artigo com o início.

Faça um resumo de tudo.

Nos diga o que devemos lembrar para eternidade.

Corte clichês.

Corte as frases de tiozão.

  • Fechar com chave de ouro.
  • Voltar a estaca zero.
  • O aniversário é nosso, mas quem ganha o presente é…
Se cria parábolas oculares, corte.

Corte advérbios.

Não está muito calor. Está um inferno.

Ela não é muito doida. É insana.

Ele não está muito triste. Está arrasado.
 
Não use duas palavras para fazer o trabalho de uma.

Corte jargões.

Hipertrofia das miofibrilas do quadríceps.

O que?

Aumento dos músculos da coxa.

Ah, entendi.

Não escreva para cientistas. 

Escreva para crianças.

"Se você não é capaz de explicar o assunto de forma simples, você não sabe o suficiente sobre o assunto."

Albert Einstein

Uma ideia por frase.

Depois de dar sua opinião, não se grude a ela, ideias são melhores quando discutidas.

Vamos tentar de novo.

Depois de dar sua opinião, não se grude a ela. Ideias são melhores quando discutidas.

Entregue uma ideia por frase.

E entenderemos suas ideias melhor.

Coloque o que quer focar no final da frase.

O padeiro assou a pizza de peperoni.
 
A pizza de peperoni foi assada pelo padeiro.
 
Na primeira, você enche a boca pensando em queijo derretido.
 
Na segunda, você nota que padeiros não assam pizzas.

Leia o texto em voz alta.

Bons textos cantam. 
 
Textos baratos gritam.
 
Ler em voz alta mostra palavras estranhas e ideias confusas. 
 
Antídoto: deletar e organizar.

Não seja um bunda mole.

Na minha humilde opinião, acho que esse é um bom artigo sobre escrita.
 
Não tenha a confiança de um galho. Encha o peito para escrever.
 
Esse é o melhor artigo sobre escrita.
 
Acredite nas palavras que escreve.
 
E acreditaremos nas palavras que lemos.

Tenha prazer.

Se agrade e você agradará seus leitores.
 
Ninguém suporta um escritor entediado.
 
Frases fedem.
 
Leitores possuem o nariz de um degustador de vinhos francês.

Escreva sobre o que você se importa.

Escreva sobre um problema que acenda seu coração.

Persiga a sua Moby Dick. 

Navegue na internet em busca de informações. Fique obcecado. 
Aterrorizado. 

E quando matar essa baleia mental, passe para a próxima.

Exploda mentes.

Fale algo que derreta o meu discernimento

Fale algo que choque minha consciência.

Exploda minhas expectativas.

Escreva música.

Essa frase tem cinco palavras. Aqui estão mais cinco palavras. Usar cinco palavras é legal. Mas muitas iguais fica monótono. Escute o que está acontecendo. A leitura está ficando chata. A música se torna ruído. É como um disco riscado. Seu ouvido pede por variedade.
 
Agora escute.  Eu troco o tamanho da frase e crio música.  Música.  A escrita canta.  Tem um ritmo agradável, vida e harmonia.  Uso frases curtas.  E uso frases de tamanho médio. E quando estou certo que o leitor está pronto, prendo-o em uma frase de tamanho considerável, uma frase que queima energia e cria sentimentos, o rufar dos tambores, o choque dos sinos – sons que dizem: ouça, é importante.
 
Então, escreva combinando frases curtas, médias e longas. Crie sons agradáveis ás orelhas dos seus leitores. Não escreva palavras. Escreva música.
-Gary provost

Escrever é pensar.

Se você não escreve bem, você não é capaz de pensar bem. E se você não consegue pensar bem, outros vão fazer isso por você.

George Orwel

Use metáforas.

Metáforas salvam 50% da energia. 
 
Você já sabe como a outra metade funciona.
 
Por exemplo, escreva como fala.
 
Você sabe falar. Agora escreva.
 

Outros:

Use histórias.

Odiamos discursos. Amamos histórias. 
 
Me conte como você sofreu, errou, fracassou, apanhou, perdeu tudo e depois conseguiu aprender algo e alcançar o sucesso. 
 
Olhos brilhando na leitura é sinal de corações acesos. 
 
Histórias são o melhor combustível.

Use pontos.

Não faça o trabalho de um ponto com uma vírgula.
 
Pontos são elegantes. Ponto adicionam estilo. Pontos ajudam a entender ideias e facilitam a vida do leitor.
 
Apaixone-se por pontos.

Evite ponto e vírgula.

Isso é como misturar vinho com cerveja.
 
Use pontos.
 
Use vírgulas.
 
Exclua o resto.

Leia.

Ler é viver mil vidas no tempo de uma.
 
É absorver décadas de experiência em dias.
 
Escritores sérios são leitores compulsivos.

Pesquise.

Leia. Escute especialistas. Veja vídeos. Ouça podcasts.

Pergunte:
 
  • O que?
  • Quando?
  • Como?
  • Onde?
  • Quem?
  • Por quê?
Use a minha planilha.

Roube como um artista.

Roubar de uma pessoa é plágio.

Roubar de muitas pessoas é pesquisa.

Originalidade é a obscuridade das suas fontes.

Escritores espertos roubam de todos. E também são roubados, o que é uma honra.

Quando ouço, “quero ser 100% original” é isso
 que escuto:

“Eu sou tão inteligente que não preciso me inspirar e aprender com as diversas mentes brilhantes que viveram antes de mim”.

Isso é, no mínimo, inocência. 

E, no máximo, idiotice.

Beba da sabedoria coletiva humana para poder avançá-la.

E se originalidade bloquear sua criatividade, 
lembre que existem 1000 biografias do Winston Churchill.

***

Fechamento.

Por anos eu quis ser um escritor.
 
Mas não me achava a altura do título.
 
Não me considerava digno.
 
Eu sou um escritor agora.
 
Por quê? 
 
Simples, porque eu escrevo
 
Posso até não ser um bom escritor. Mas sou um escritor.
 
Pintores pintam. Músicos tocam. Atletas treinam.
 
Escritores escrevem.
 
Quer se juntar a turma? Escreva.
 
Esse é o único pedigree que você precisa. 
 
Jamais deixe alguém te dizer o contrário.
IM

📄 Outros artigos que você pode gostar

📄 Outros artigos que você pode gostar

🤝 Conte a um amigo
🤝 Conte a um amigo ​
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin
📕 Livro grátis

Receba o meu livro com os 7 princípios IM para ter resultados sendo natural.

Receba o meu livro com os 7 princípios IM para ter resultados sendo natural.

Foque no essencial. Pule as besteiras. Economize anos de erros.  

Foque no essencial.
Pule as besteiras.
Economize anos de erros.  

Sem spam. Sem suplementos inúteis. Saia a qualquer momento.
Só as melhores ideias sobre treino, nutrição e livros.
Sem spam.
Sem suplementos inúteis.
Saia a qualquer momento.
Só as melhores ideias sobre treino, nutrição e livros.
Eu em 10 segundos
 
Meu nome é Matheus. Sou o criador do Inteligência Muscular. Um site sobre treino, nutrição e livros. 
 
Entrego as melhores ideias da internet de uma maneira simples e prática. Centenas de pessoas acessam meus artigos todo mês.
 
Quando não estou escrevendo, ajudo pessoas inteligentes a construir físicos incríveis. Sem drogas. Sem dores. Sem decepções. Veja aqui.
IM